Para empresas que produzem e fornecem refeições coletivas em restaurantes industriais, a conquista e a manutenção de cada cliente depende de diversos esforços. De itens essenciais, como o cumprimento de rígidos protocolos de higiene, até aspectos como sabor, variedade e personalização de cardápios, conquistar espaço no mercado exige atenção a muitos detalhes.

Nos últimos anos, uma nova questão tem ganhado cada vez mais espaço entre os critérios que definem uma boa empresa de refeições coletivas: a atenção à sustentabilidade.

Continue lendo este artigo e descubra por que isso está se tornando um ponto crucial para ter competitividade neste mercado.

As empresas e o meio ambiente

Cresce diariamente a preocupação das pessoas com o meio ambiente. Atualmente, ser sustentável está diretamente ligado ao princípio de responsabilidade social. Isso afeta não apenas o cidadão comum, mas também às empresas como um todo.

No caso das empresas, há uma cobrança permanente da sociedade civil para que elas sejam mais sustentáveis em suas atividades. Este é um ponto que vai além da imagem da companhia junto ao mercado e afeta até mesmo sua capacidade de geração de valor.

Assim, quanto maior o porte da empresa, mais ela será cobrada por práticas sustentáveis. Tanto que, atualmente, as grandes corporações não tratam mais esse assunto como um elemento isolado, mas como parte de sua cultura corporativa.

Leia também:
Descarte sustentável de resíduos de restaurantes industriais: conheça inovações
Checklist: descubra se seu restaurante industrial é sustentável
Redução de resíduos em restaurantes industriais: como a solução Ultracycle melhora esse processo?

Sustentabilidade em toda cadeia produtiva

Se até algum tempo atrás bastava que uma empresa adotasse práticas sustentáveis dentro de suas dependências e em relação apenas à(s) sua(s) atividade(s), hoje o cenário é diferente.

Já está incorporado na maior parte das empresas o conceito de responsabilidade compartilhada, no qual as práticas de seus fornecedores também devem estar alinhadas com suas práticas internas. Isso se aplica especialmente ao que diz respeito ao meio ambiente e à sustentabilidade, que agora são questões que devem permear toda cadeia produtiva.

A extensão da responsabilidade para toda a cadeia produtiva faz parte, inclusive, do ISO 14001, norma que regula e certifica empresas quanto a práticas sustentáveis. É um certificado buscado por grandes corporações que, para obtê-lo ou renová-lo, precisam garantir que seus fornecedores estejam alinhados com boas práticas. Assim, dentro dessa cadeia, quem não se adaptar vai, gradativa e naturalmente, ser retirado do mercado. E isso se aplica também a empresas que produzem refeições coletivas para grandes indústrias.

Sustentabilidade em restaurantes industriais: os resíduos das refeições coletivas

Existem muitas formas de restaurantes industriais serem mais sustentáveis em seus processos. Porém, quando instalados dentro de parques industriais onde ocorrem as refeições, o principal ponto de atenção são os resíduos sólidos que sobram das refeições servidas.

É preciso que exista uma gestão de resíduos adequada, capaz de manejar, armazenar e dar uma destinação correta e sustentável a todo volume produzido.

Mesmo que seja um trabalho que gere custos – como câmaras de resfriamento para evitar a decomposição e o mau cheiro, frete para transporte e parcerias com entidades que possam aproveitar esses resíduos –, esta é uma prática indispensável para empresas que queiram se manter competitivas.

A importância da gestão de resíduos

A relevância que a gestão de resíduos vem ganhando pode ser percebida por meio do projeto Inovação e Sustentabilidade na Cadeia de Valor, desenvolvido pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV EAESP entre 2012 e 2015.

No documento que aborda critérios para boas práticas na Gestão de Fornecedores, a Gestão de Resíduos figura como um dos 7 principais critérios a ser considerados. Se isso é relevante dentro de qualquer segmento econômico, como mostra o estudo, para o segmento de restaurantes industriais esse fator se torna ainda mais determinante.

descarte sustentável

Resíduos e destinação sustentável

De forma simplificada, podemos dizer que dois fatores principais explicam por que restaurantes industriais devem se preocupar urgentemente com sustentabilidade. O primeiro é uma demanda do mercado e da sociedade, na qual toda cadeia produtiva precisa estar alinhada com práticas sustentáveis. O segundo é o fato da atividade de servir refeições coletivas em grandes empresas gerar uma quantidade considerável de resíduos sólidos que precisam ser descartados de forma correta.

A combinação desses dois fatores faz com que empresas de refeições coletivas precisem cada vez mais dar atenção e buscar soluções de qualidade para a destinação de resíduos. Essa é uma questão de competitividade, pois sem isso se multiplicarão as barreiras para que fechem negócios com grandes empresas que estão comprometidas com a sustentabilidade em toda sua cadeia de fornecedores.

Solução inovadora para resíduos sólidos em restaurantes industriais

É possível encontrar soluções inovadoras que permitam a redução do volume de resíduos em restaurantes industriais, assim como alternativas para sua destinação sustentável.

Um exemplo disso é o Ultracycle, desenvolvido pela Ultragaz. Trata-se de uma solução que combina tecnologia e logística para ajudar empresas a ter uma prática, econômica e alinhada, com as melhores políticas de sustentabilidade no destino de resíduos sólidos.