A instalação de gás GLP em estabelecimentos de food service precisa seguir uma série de regras para garantir a segurança e eficiência no uso. No caso de pequenas hamburguerias, que geralmente dispõem de pouco espaço, isso pode parecer um desafio. Mas o fato é que existem muitas alternativas para instalar a central de GLP para abastecimento a granel cumprindo as normas e garantindo a segurança.

Ao fazer a instalação de gás GLP, os recipientes precisam ser instalados em local aberto e ventilado e alguns afastamentos de segurança precisam ser observados. É preciso estar a pelo menos 3 metros de distância de fontes de ignição e não podem estar sob redes elétricas. 

A central também precisa estar localizada a pelo menos de 1,5 metro de ralos, bueiros, dutos, aberturas para compartimentos subterrâneos e dispositivos como caixas de passagem e valetas de captação de águas pluviais. A mangueira de abastecimento precisa passar por locais abertos e não pode passar por garagens, por exemplo. 

Projeto customizado

Lucas Vergara, consultor de pré-venda Ultragaz, explica que em geral é possível encontrar caminhos para a instalação de gás GLP mesmo em terrenos pequenos. Ele explica que é comum que as hamburguerias ocupem áreas restritas ou mesmo parte de imóveis residenciais. “Fazemos uma visita ao local e sugerimos a opção para cada cliente”, explica.

Vergara lista algumas alternativas possíveis que costumam ser utilizadas por hamburguerias, assim como outros estabelecimentos de alimentação, em pequenos espaços.

  • Nicho: É uma alternativa que contribuiu muito para a instalação de gás GLP em estabelecimentos  que não possuem espaços abertos, como corredores laterais. 

  • Vasilhames: Existem diversos modelos e tamanhos de vasilhames para uso na central de gás GLP. O mais utilizado por pequenos estabelecimentos de food service é o B190, que tem 80 centímetros de diâmetro. Porém, em caso de indisponibilidade de espaço, é possível usar o B125, por exemplo, que tem 20 centímetros a menos. O consultor da Ultragaz reforça que a empresa possui a maior frota para abastecimento e pode aumentar o giro da logística para compensar o uso de recipientes com menor capacidade.

  • Ultrapronto: A estrutura pré-moldada oferecida pela Ultragaz é uma alternativa muito adotada por pequenas hamburguerias e ocupa uma área de apenas 1 m². “É uma solução que garante agilidade por não ser necessário realizar obra civil e que proporciona redução de custo para o cliente”, explica Vergara.  

  • Muros: Em alguns casos, a construção de muros pode contribuir para reduzir o afastamento mínimo exigido. Enquanto a distância de vias públicas deve ser de 3 metros, o afastamento de edificações é de 1,5 metro. 

  • Tomada para abastecimento: Uma alternativa viável, ainda que menos comum, é o chamado abastecimento do GLP na fase líquida. Nesse sistema, que contribuiu especialmente quando há dificuldade para a passagem de mangueiras para o abastecimento, é instalada uma espécie de tomada de abastecimento na entrada do prédio. A partir desse ponto, é ligada uma tubulação até a central de gás do condomínio. 

Instalação de gás GLP em hamburgueria delivery

Priscila Agiani dos Santos, proprietária da Viking Burger, de Itupeva (SP), contou com o apoio da equipe da Ultragaz para fazer a instalação de gás GLP ao mudar a hamburgueria para uma cozinha industrial no imóvel onde mora. Ela e o marido, Martim Eugenio dos Santos Junior, criaram a marca em 2017 oferecendo o primeiro hambúrguer artesanal da cidade.

O negócio funcionou em um primeiro momento em um trailer. Desde abril de 2018, ocupava uma lanchonete na região central da cidade e já utilizava o GLP da Ultragaz. “Tínhamos um espaço grande para receber clientes, com 45 lugares. Com a pandemia ficamos sem atender no local em vários momentos”, explica Priscila.

No início de 2021, eles decidiram fechar definitivamente o salão e atender apenas por delivery. Com isso, reduziram pela metade a equipe da cozinha e atendimento, de seis para três pessoas. A nova hamburgueria foi montada em uma área separada da residência do casal. 

Ela explica que a equipe da Ultragaz fez uma visita e indicou o melhor local para a instalação de gás GLP. Para agilizar o processo, ela utilizou o abrigo Ultrapronto. “Eu não precisei me preocupar com nada e foi muito rápido, em menos de 15 dias estava tudo funcionado”, afirma.

Gostou de conhecer a experiência da Viking Burger e ficou interessado em conhecer as facilidades de fazer a instalação de gás GLP da Ultragaz em sua hamburgueria? Marque agora mesmo uma conversa gratuita com nossa equipe de consultores.