Cada vez mais, adotar práticas sustentáveis entra na agenda de todas as empresas. Não é diferente no segmento de restaurantes industriais, que enfrentam desafios diários nesse tema.

Esta questão é muito importante para os negócios de quem serve refeições coletivas em escala industrial em grandes refeitórios, porque a cada dia cresce a exigência dos clientes em relação ao compromisso de seus fornecedores com práticas sustentáveis.

Assim, a conquista de novos clientes industriais – ou mesmo a manutenção dos clientes já conquistados – pode depender de ter uma operação comprovadamente alinhada com critérios de sustentabilidade. Quer entender melhor esse tema e descobrir como se destacar? Continue lendo!

O desafio dos resíduos sólidos em restaurantes industriais

Na produção e no processo de servir refeições coletivas, há muitos pontos que podem ser trabalhados para garantir mais sustentabilidade. Porém, o ponto mais sensível nesse tipo de atividade são os resíduos sólidos, especialmente as sobras limpas (que não foram servidas) e as sobras deixadas pelos clientes, chamadas de resto-ingestão.

Quando falamos de restaurantes industriais, o volume de resíduos que resulta dessas sobras cria desafios de sustentabilidade porque é preciso dar a ele uma destinação correta. Isso requer uma operação e estrutura que geram custos, como local adequado para armazenamento, muitas vezes com câmaras frias para evitar decomposição acelerada com mal odor, e transporte adequado para uma logística de descarte sustentável.

Por isso, empresas de refeições coletivas industriais devem estar atentas a formas de reduzir e de fazer a gestão mais eficiente e econômica desses resíduos.

Leita também:
Cozinha 4.0 para restaurantes industriais: como ganhar eficiência?
Como restaurantes industriais podem reduzir custos melhorando a gestão de resíduos
Checklist: descubra se seu restaurante industrial é sustentável

Certificação de sustentabilidade em grandes indústrias

Um fator determinante para que empresas de refeições coletivas sejam mais sustentáveis está na certificação ISO 14001. Muitas empresas de grande porte – que são potenciais clientes deste tipo de restaurante – possuem esta certificação, que precisa ser renovada constantemente. Trata-se de um selo que garante que a empresa e todos seus parceiros cumprem normas de sustentabilidade e cuidados com o meio ambiente.

Para fornecedores de refeições coletivas, isso é importante porque ter práticas sustentáveis pode ser determinante para ser fornecedor de empresas certificadas com ISO 14001.

Dicas para restaurantes industriais serem mais sustentáveis

Aqui estão algumas dicas de como ser mais sustentável reduzindo resíduos e dando destinação adequada para o que for produzido.

Entenda as preferências de cada público em cada cliente

Muitas vezes as sobras de comida que não são escolhidas ou que são devolvidas no prato podem ser um indicativo de que as opções do cardápio não estão alinhadas com o perfil daquele público.

É importante que na definição dos cardápios haja um bom conhecimento desse perfil em relação a gostos e preferências para que as opções se adequem e sejam consumidas com o mínimo de desperdício.

Ajuste as quantidades de cada opção produzida

As sobras limpas, ou seja, alimentos que foram produzidos, mas não foram consumidos, precisam ser avaliadas em relação à quantidade produzida. Assim, é possível ajustar esse volume para evitar desperdícios.

Na prática, isso significa monitorar constantemente essas sobras, pesá-las e registrar os valores para que sejam realizados cálculos que permitam mais precisão na quantidade produzida.

Aposte em pratos e recipientes menores

Recipientes grandes podem gerar um estímulo involuntário para que as pessoas peguem porções maiores que não serão totalmente consumidas. Evite isso adotando estratégias como reduzir o tamanho dos pratos e até mesmo dos pegadores.

descarte sustentável

Busque conscientizar o público

É necessário adotar práticas de conscientização para que as pessoas se sirvam em porções adequadas. Isso pode ser feito com avisos alertando para que se evite desperdícios ou deixando claro que é permitido se servir mais de uma vez para evitar que haja excesso desnecessário na primeira servida.

Invista em tecnologia para redução do volume dos resíduos

Mesmo com todos os esforços para redução de resíduos, sempre haverá um volume expressivo que precisa ser destinado corretamente. Atualmente existem tecnologias capazes de reduzir o volume desses resíduos sólidos, gerando benefícios como: redução de custo do frete para transporte, maior facilidade para destinação sustentável, redução do uso de câmara de resfriamento e maior sustentabilidade no processo de descarte.

Um exemplo dessa tecnologia é a solução UltraCycle, da Ultragaz, capaz de reduzir em até 80% o volume dos resíduos sólidos. Trata-se de uma máquina que utiliza gás GLP (considerado uma fonte de energia limpa) para desidratar resíduos sólidos de restaurantes industriais e criar a partir deles um composto que pode ser utilizado na produção de substâncias fertilizantes.

Faça parcerias para logística de destinação dos resíduos

Para completar o ciclo de destinação sustentável, é importante ter parcerias com empresas especializadas em dar uma finalidade correta aos resíduos sólidos. Esses resíduos podem ser doados ou comercializados, dependendo do perfil e volume produzido.

Estas são algumas dicas importantes que podem ajudar restaurantes industriais a serem mais sustentáveis e, assim, se tornarem mais competitivos para fechar parcerias com grandes empresas comprometidas com práticas de sustentabilidade.