Sanduíches com nomes divertidos, parede grafitada, iluminação moderna, playlist escolhida a dedo. Todos esses elementos são interessantes e podem agradar o cliente, mas não são suficientes para atrai-lo até a sua hamburgueria. Quer saber quais são os aspectos que podem ampliar as chances do seu negócio se tornar uma hamburgueria de sucesso? Então confira os 11 pontos que listamos com o apoio de Rafael Cunha Oliveira, diretor de operações da consultoria Galunion, e também com base em pesquisas e tendências.

Hamburgueria de sucesso: o coração da casa

1) Básico bem-feito: Estamos falando da qualidade da carne, do queijo, do pão e da maionese. O foco principal tem de estar nestes ingredientes. Portanto, é fundamental buscar fornecedores de confiáveis, que garantam a entrega de carne fresca, que atestem a procedência do boi (genética e manejo). Gaste tempo escolhendo o queijo com o qual sua casa trabalhará – ou desenvolva o seu próprio. O pão deve ter a fermentação adequada, que confira ao produto maciez e leveza. Por fim, é importante que a maionese, seja ela industrializada ou artesanal, tenha o percentual correto de lipídios para garantir corpo e estrutura ao produto.

2) Toque especial: Invista em diferenciais, como os molhos e a inclusão de algum ingrediente marcante, que ajude a entregar um conjunto fantástico. Mas fuja dos exageros. Sob o pretexto de inovar ou abusar da criatividade, há hamburguerias que exageram na quantidade de ingredientes inclusos em um mesmo sanduíche. “O ideal é o cliente comer e conseguir sentir e identificar todos os sabores presentes”, alerta Rafael Oliveira, da Galunion.

3) Estrutura de cozinha adequada: A cozinha da hamburgueria precisa ser robusta, cheia de calor (e não estamos falando em calor humano, mas na capacidade da chapa, grill ou parrilla), organização operacional e capacidade de escala.

LEIA TAMBÉM: Confira seis equipamentos necessários para abrir uma hamburgueria

Hamburgueria de sucesso: delivery

4) Segurança na entrega via delivery: Há pelo menos dois pontos fundamentais neste quesito: montar um cardápio que funcione para a versão “viagem” e escolher embalagens que garantam a manutenção de calor e a entrega das texturas corretas. “Mantenha no cardápio do delivery apenas o que for testado e puder ser entregue com excelência”, aconselha o diretor da Galunion.

LEIA MAIS: Confira caminhos para um delivery de hamburgueria de sucesso

5) Combos atraentes: A ideia aqui é criar combinados que de fato sejam atraentes para os dois lados e levem a uma venda mais completa. A hamburgueria de sucesso deve gastar algum tempo criando opções de bebidas da casa e de acompanhamentos que garantam ao mesmo tempo boa margem de lucro para o negócio e brilho nos olhos do consumidor, considerando custo x benefício do que vai pagar e receber. É o caso de chás gelados e refrescos como bebidas alternativas aos sucos e refrigerantes e de acompanhamentos como molhos especiais e porções que levam outros tubérculos além da batata.

6) Kit família: Ainda falando em delivery, os pacotes familiares, uma das novidades para hamburguerias atualmente, aumentam não apenas o ticket da hamburgueria, mas também sua margem de lucro. Isso porque há uma série de custos embutidos em cada um dos pedidos feitos para entrega – operacional, sacola, motoboy. Os kits múltiplos permitem que a hamburgueria de sucesso faça composições que são vantajosas para os dois lados. Como exemplo, Rafael Oliveira traz a experiência de uma hamburgueria popular da periferia de São Paulo (que virou uma rede com mais de 15 unidades) que oferece pacotes com 40 sanduíches e três refrigerantes de 2 litros cada um. O valor final para o cliente é muito atraente, assim como é um ótimo faturamento para a hamburgueria em uma só entrega.

Hamburgueria de sucesso: tendências

7) Comunicação “vivacional”: A Internet mudou a forma de se comunicar com o cliente. Agora, a comunicação deve ser mais ágil, leve e próxima. O executivo da Galunion dá a dica para a hamburgueria de sucesso: "A comunicação deve ser menos promocional e mais vivacional, verdadeira e dar voz ao cliente”, fazendo menção às tão comuns marcações que ocorrem no Instagram.

8) Alimentos à base de plantas: Ao colocar no cardápio uma opção de hamburguer plant-based, a hamburgueria tira do cliente vegetariano o poder de vetar a ida àquele local, o que poderia inviabilizar a ida de toda a família ou turma de amigos. Na análise de Cunha, da Galunion, a hamburgueria de sucesso precisa ter pelo menos uma opção para não perder clientes. “Não precisa ser especialista, ter um cardápio inteiro vegetariano. Basta ter uma alternativa vegetariana muito gostosa, como o falafel, que entrega textura, crocância e tem feito sucesso”, comenta.

9) Serviço de entrega na calçada: A modalidade (conhecida como curbside ou pick and go) ganhou espaço durante a crise do coronavírus. Neste modelo, o cliente faz seu pedido por WhatsApp ou aplicativo da hamburgueria, caminha ou dirige até o local e o atendente leva até você/carro. É diferente do sistema drive-thru, porque o pedido é feito antes e quando você chega ao local, já está pronto. Os especialistas apostam que esse tipo de serviço deve se manter em alta no pós-pandemia porque houve uma melhora na qualidade dos aplicativos, o que torna a entrega mais ágil e precisa, e porque os consumidores desejam cada vez mais economizar tempo.

10) Cardápio enxuto: Essa continua sendo a recomendação dos especialistas para manter a agilidade da cozinha – cardápios enxutos, de no máximo uma página. De acordo com Rafael Cunha, no entanto, isso não significa que não possam existir lançamentos e ofertas temporais. “É importante para chamar a atenção, para aproveitar a sazonalidade. E sempre é possível acertar em cheio, criar algo que cai no gosto do público e manter no cardápio fixo, tirando ou não outra opção do menu.”

11) Do PP ao GG: Neste caso, a hamburgueria oferece de 4 a 5 tamanhos e preços de sanduíche sem que haja mudança no tamanho do hamburguer. Enquanto o PP tem apenas um hamburguer, o P tem duas fatias de hamburguer empilhadas, o M tem três e assim sucessivamente. É uma boa opção para o cliente, que escolhe o tamanho de sanduíche – quantidade de hamburgueres – que mais combina com a sua fome naquele momento e que pode sempre considerar dar uma passada lá, mesmo que esteja com uma fome muito pequena.

Também é um interessante para a operação da cozinha da hamburgueria de sucesso, que trabalha sempre com um mesmo ingrediente. Para o negócio, é um caminho mais eficiente do que oferecer opções com hamburguer de 80 grs, 130 grs, 180 grs, 220 grs – a variedade exige um trabalho extra da cozinha de pesagem, moldagem, estimativa de pedidos – com maior risco de desperdício.

Agora que você já conferiu as dicas para transformar o seu negócio em uma hamburgueria de sucesso, que tal agendar uma conversa com a equipe comercial da Ultragaz para conhecer as vantagens de levar o nosso GLP para a sua hamburgueria?