No final de março, o então ministro da Saúde, Henrique Mandetta, comentou mudanças necessárias nos restaurantes no momento da reabertura. Entre os exemplos que citou estão a realização de testes com os funcionários. A redução à metade dos lugares disponíveis no salão, aumentando a distância entre as pessoas, seria outra medida. Além disso, será preciso definir métodos de controle para evitar a formação de filas e pensar em alternativas para o sistema de bufê, por questões sanitárias e de aglomeração.

Este é o momento de planejar ajustes necessários no seu estabelecimento para atender aos parâmetros sanitárias que devem ser criados. No caso de restaurantes que trabalham no sistema self-service ou oferecem bufês de salada ou sobremesa, será necessário pensar em novos formatos para conseguir atrair a clientela, que estará mais assustada e rigorosa do que anteriormente. Confira a reportagem que traz um trecho específico sobre comércio.

---------

Durante a crise do coronavírus, a Ultragaz está selecionando notícias de interesse de estabelecimentos de alimentação fora do lar. Confira todas as notícias e também o conteúdo sobre o tema desenvolvido especialmente para o canal em https://ultragazempresas.com.br/especial-covid-19/