Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Harvard e publicado esta semana pela revista Science aponta que medidas de distanciamento social intermitentes devem ser necessárias ate 2022 caso não surja uma vacina ou tratamento efeito contra a Covid-19.

Isso indica que estabelecimentos que oferecem alimentação fora do lar – como restaurantes, bares, pizzarias, padarias e confeitarias, entre outros – devem estar preparados para enfrentar esse cenário. Muitos já realizaram adaptações para enfrentar o momento atual, mas essa perspectiva de que novos períodos de isolamento podem ser necessários nos próximos anos exige um planejamento também para médio e longo prazos.

Passada a crise atual, será hora de pensar em eventuais adaptações e também de avaliar o que funcionou. É necessário dedicar mais espaço à área de delivery? É possível estabelecer esquemas de revezamento entre as equipes? Que ações é possível desenvolver para manter a comunicação e a proximidade com clientes em caso de novos períodos de quarentena?

O estudo sugere que os novos períodos de distanciamento social por período determinado devem acontecer conforme a sazonalidade da doença. Pesquisas feitas até agora indicam que a Covid-19 tem maior incidência durante o inverno. Para reduzir a duração da pandemia, os pesquisadores apontam a necessidade de aumentar a capacidade dos sistemas de saúde e também a de buscar um tratamento que diminua a proporção de infectados. Confira notícia sobre a pesquisa aqui.

---------

Durante a crise do coronavírus, a Ultragaz está selecionando notícias de interesse de estabelecimentos de alimentação fora do lar. Confira todas as notícias e também o conteúdo sobre o tema desenvolvido especialmente para o canal em www.ultragrazempresas.com.br/especial-covid-19