Contar com a medição individualizada de gás em um condomínio traz benefícios para os moradores e também para o condomínio como um todo. Mas como funciona essa tecnologia, quais suas vantagens e o que é preciso fazer para adotá-la?

A medição individual de consumo é uma tendência nos condomínios não apenas no uso do gás, mas também de água. A primeira vantagem da medição individualizada de gás é que cada unidade paga apenas o que consumiu. Quando não há essa solução, o consumo total é rateado igualmente entre as unidades. Assim, apartamentos com menos moradores ou que utilizam menos gás acabam sendo prejudicados na divisão.

Outro benefício é que a relação comercial passa a ser direta entre cada condômino e a empresa que fornece o gás para o condomínio. Com isso, em caso de inadimplência, a companhia pode tomar as medidas legais. Isso inclui a interrupção do serviço para o cliente que tiver pendências. Quando não há individualização, o condomínio acaba pagando a conta mesmo para as unidades inadimplentes para evitar o corte do serviço.

Como instalar a medição individualizada de gás

Antes de solicitar a instalação à empresa de gás natural ou GLP no condomínio, é necessário aprovar a implantação da medição individualizada de gás em assembleia.

A instalação é feita por prestadores de serviço conveniados. Essas empresas realizam o levantamento técnico, avaliando disponibilidade, condições de instalação e orçamento para execução. Normalmente, são instalados uma tubulação na prumada central do edifício e os ramais secundários para os apartamentos. Para avaliar o que precisa ser feito em cada situação, o condomínio deve entrar em contato com a Central de Atendimento e solicitar uma consultoria para a mudança.

A leitura do consumo é feita uma vez ao mês no quadro geral no andar térreo do condomínio ou em quadros instalados no hall de cada andar. Em alguns casoso medidor pode estar dentro do apartamento e a leitura pode ser feita remotamente. Após a leitura do consumo mensal, as contas são entregues às unidades e enviadas também por e-mail.

Também é instalado um medidor de gás para o condomínio controlar o consumo de equipamentos instalados na área comum, como churrasqueira, aquecedor de piscina ou de água, por exemplo. Esse consumo é computado na conta geral do condomínio.

Cobrança mais justa 

Fábio Delgado, coordenador de Medição Individual da Ultragaz, destaca que essa é uma forma mais justa de cobrança porque o cliente paga apenas pela quantidade que efetivamente usa, sem cobrança de consumo mínimo. “Além disso, a medição individualizada de gás permite o acompanhamento do consumo em cada unidade, facilitando identificar com agilidade eventuais vazamentos quando é registrado um volume anormal.”

LEIA NO BLOG: Gás GLP no condomínio: síndicos apontam diferenciais da Ultragaz

A Ultragaz foi pioneira na oferta de medição individualizada de gás para condomínios, em 2003. Atualmente, atende mais de 7.500 condomínios e um total de 451 mil unidades consumidoras.

Os clientes da Ultragaz contam com o Portal de Autoatendimento onde podem verificar seu consumo, consultar faturas e obter a segunda via da conta. O morador também pode optar pelo débito automático e escolher a melhor data para vencimento da fatura.

Quer conhecer melhor os benefícios de ter os serviços da Ultragaz no seu condomínio? Entre em contato e agende uma visita gratuita da nossa equipe técnica.